Perfume Avon Far Away

20226746_1827369480911536_996187079_o

O Far Away acredito que seja o perfume mais tradicional da Avon. Lançado em 1994, já passou por duas reformulações, sendo a sua última em 2014. A versão de 1994 possuía 15 notas (Senegambica, Ylang Ylang, Laranja, Côco, Pêssego, Jasmim, Osmanthus, Rosa, Violeta, Gardênia, Frésia, Baunilha, Sândalo, Almíscar e Âmbar), enquanto que a atual possui apenas 9 notas (Pêssego, Frésia, Jasmim, Osmanthus, Flor de Laranjeira, Baunilha, Musk, Sândalo e Âmbar).

Apesar de terem diminuído a quantidade de notas, o Far Away continua com o DNA dos perfumes dos anos 90: atalcado, doce e floral, uma bomba que pede parcimônia no uso para ter seu potencial real mostrado.

Quem conheceu a versão de 1994 e agora sente a versão atual diz que as duas são bem parecidas, porém a versão atual está mais usável, menos invasiva. É como se a versão de 1994 fosse um EDP e a atual um EDT.

Vi muitas pessoas comentarem que o Far Away é um perfume ruim, datado, com cheiro de coisa velha, impossível de ser usado, mas tenho que discordar. O Far Away podia facilmente passar por um perfume importado de marca famosa e caríssima, mas que você consegue comprar por um preço super amigo! Eu paguei R$28,99 no frasco de 100 ml numa promoção no site http://www.avonstore.com.br. O atalcado do Far Away me lembrou muito o atalcado apresentado pelo Classique do Jean Paul Gaultier e pelo Poême da Lancôme, ambos lançados também nos anos 90.

O que pode deixar o Far Away ruim é não saber usá-lo! Exagerar nas borrifadas e na temperatura do dia. Ele pede um dia frio (quanto mais frio melhor!) e poucas borrifadas. De dia, eu indicaria 2 borrifadas e durante a noite 3.

Apesar dele ser uma “bombinha”, ele não fixou tanto na minha pele como eu imaginei que duraria. Na minha pele ele ficou no máximo por 5 horas, mas na roupa eu consigo sentir levemente ainda no dia seguinte.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *