Olá gurias! 🙂

Estou numa fase de leitura leve e de preferência sobre Moda e tudo dessa área. Resolvi comprar o livro da blogueira Thássia Naves e, no geral, me decepcionou. O livro custa R$49,90 e vem com 144 páginas. Como ela é considerada a blogueira mais “entendida” na área de moda no País, achei que o livro teria uma leitura leve, direta e fácil de ser compreendida e realmente o tem.

Dei uma pesquisada antes de decidir comprá-lo e só li elogios, mas hoje penso que devo ter lido texto de garotas que eram fãs da Thássia, o que faltou um certo ar mais crítico por parte delas. Nem tudo que nossos ídolos fazem é 100% certo e tem pessoas que não conseguem separar isso.
O sumário é divido em 9 partes:

    • Apresentação
    • Descobrindo seu Estilo (Estilos em qualquer estilo, E como defino meu estilo?, Moda, atitude e autoestima, Raio-x do armário, Faça a compra certa e Sinal Vermelho)
    • Escolhas da Thássia ( Tendências que valem o investimento)
    • Dress Code
    • Compondo o visual (Make e Cabelos)
    • Os melhores roteiros turísticos (Destinos Internacionais e Destinos Nacionais)
    • Minhas inspirações
    • Palavras Finais (Mais sobre mim e Um livro para chamar de meu)
    • Agradecimentos

O que me deixou decepcionada nesse livro é que você lê ele com a sensação de que está faltando algo ou que tem mais coisa encontrada facilmente em qualquer revista ou site sobre o assunto. A “leitura leve” apresentada chega a ser leve demais em alguns pontos, além de que tem partes que parece que estou relendo algum livro da Nina Garcia e o layout lembra muito o livro A Parisiense da Ines de la Fressange que postei AQUI no blog, com marcações parecendo que foram feitas à mão.

Outro detalhe que me chamou atenção é que ele é apresentado como tendo 144 páginas, porém o livro possui muitas folhas vazias (em brancas ou apenas estampadas), ou seja, estão lá para engrossar o livro somente. Você abre o livro e se depara com uma folha (que nem entra na contagem das páginas) vazia, depois mais uma estampada e depois vem os dados da publicação e o nome do livro (páginas 2 e 3). Virando ela, se tem mais duas páginas com estampas e ai vem o Sumário e uma foto da Thássia (páginas 6 e 7). Após isso, chega a página com mais uma foto da Thássia e a Apresentação (páginas 8 e 9). E as páginas 10 e 11 são o que? Apenas estampas e o livro mesmo começa a partir da página 13, pois a página 12 é mais um desenho. E essa repetição de espaços vazios repete no final do livro e sem dizer que, entre os capítulos, existem 2 páginas somente com estampas.

O capítulo 1 achei interessante, pois Thássia deixa explícito que todo mundo tem estilo, não interessando se é o mais largado ou o mais ajeitado. Ela acha errado essa coisa de que todos precisam definir seu estilo e que todos deveríamos aprender a mesclar, a testar novas roupas, cortes, modelagens, mesmo que aquilo não faça parte do seu estilo (lembre-se do NÃO definir estilos). Ainda explica sobre a “limpa” que sempre é necessária ser feita em nossos armários às vezes (aqui me lembrou os livros da Nina Garcia) e como se faz necessário saber fazer compras de maneira consciente.

O capítulo 2 possui uma lista de itens que a Thássia acha indispensável (bem no estilo A Parisiense), como camisa branca, calça jeans, lenço estampado, uma joia elegante, etc E algumas tendências que ela acha que valem o investimento, como peças de moletom, calças estampadas e clutches.

O capítulo 3 é sobre a roupa para cada ocasião, como trabalho, happy hour, passeio com a família, jantar a dois, etc.

O capítulo 4 é sobre maquiagem e cabelo. Gostei da parte onde ela lista os produtos que ela gosta de usar (base, corretivo, sombra, etc), porém as dicas apresentadas são simples demais, como “escolha a base certa”, “cuide das sobrancelhas”, “limpe o rosto regularmente”, etc Aqui entra aquilo que eu comentei antes de ter mais da mesma coisa que é encontrada facilmente em revistas e blogs.

Sobre o capítulo 5 “Os melhores roteiros turísticos” me pareceu que esse capítulo não se encaixou com os demais. Não que ele não seja interessante, pelo contrário. Gosto de ler dicas de viagens (sou Bacharel em Turismo então não tem como negar), mas deixou aquela sensação de que o capítulo quatro poderia ter sido abordado com mais coisas, mais dicas, mais texto. Ficou um vazio aqui que poderia ter sido preenchido com essa ligação entre os capítulos.

No capítulo 6, ela cita quem são suas grandes inspirações, como Miroslava Duma, Audrey Hepburn, Coco Chanel, Anna Wintou, etc. Ela fala um pouco sobre cada uma delas.

Resumindo: se você é uma pessoa que não sabe nada sobre moda e maquiagem e gostaria de começar a ler sobre o assunto, o livro é super indicado para isso, porém se você é assim como eu e já sabe muita coisa sobre a área, indico outros livros sobre o assunto que custam praticamente o mesmo preço, como A Parisiense e A Estratégia do Estilo.

Para quem se interessou em comprar, é possível adquiri-lo através do site da Saraiva e para quem gosta de desconto é só aproveitar os cupons do site Cupom.org.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *